Subscribe:

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

" Poema esotérico " O que eu vi, e vivi !! Continua...




Eu vi a transformação da noite em dia, eu vi os seus olhos brilharem na luz da lareira.

Eu vi sua pele descamar, nas noites de outono, suas rugas eram como velhas folhas secas.

Eu vi sua candeia acesa na janela do canto da mesa, só você sabe disso.

Eu Vi, eu vi, e vivi.

Eu ouvi sua voz na canção de ninar, fica soando, como um apito.

Eu ouvi sua voz na canção de ninar..

Eu ouvi a trombeta da banda, eram 7 só que a última engasgou, era surdina.

Eu ouvi a mensagem do livro de Alá.

Eu ouvi a voz dos espíritos no livro dos espíritos da luz, eu ouvi um homem e uma mulher falar, eram anjos..

Eu toquei o manto do mestre de Nazaré, e sua virtude, sua luz eu recebi.

Eu toquei uma canção pra ouvir, pra falar eu toquei um coração pra amar, eu toquei casca da maçã.

Eu bebi do néctar da luxuria, da magia do vinho me esbaldei, eu senti o fogo da serpente emplumada,

 na coluna eu senti, os medos, amores, as trevas, e a luz em uma só faísca do tempo. Neste tempo eu vivi.

0 comentários:

Inscreva-se por email