Subscribe:

domingo, 5 de março de 2017

Mestre Hilarion





Raio verde da Cura - Chohan: Mestre Hilarion
Templo: Templo da Verdade
Local: No plano etérico, sobre a Ilha de Creta, na Grécia
Chama: verde-esmeralda
Atributos: verdade, cura, concentração e prosperidade
Músicas-chave: Coro dos Peregrinos de Tannhauser(Wagner), e Avante Soldados de Cristo(Sullivan)
Virtudes: verdade, ciência, concentração e cura
Palavra-Chave: O Custódio do Segredo
Chacra: Frontal(centro da testa)
Som: ar, vento e ciclone
Perfume: incenso e mirra
Dia da Semana: Quinta-Feira
Regência: Júpiter
Símbolo: A Lâmpada de Creta


Mestre Hilarion é o responsável pela Verdade Imortal, a Ciência Divina de todos os ramos físicos e metafísicos da ciência e das artes curativas. É o eterno empirista que mostra a senda iniciática aquele que procura a Verdade.

Em épocas remotas, antes do continente da Atlântida submergir totalmente, muitos sacerdotes e sacerdotisas de Ordens Brancas foram incumbidos da tarefa de levar para outros países os elevados ensinamentos da Sabedoria Divina. Um desses conhecimentos resguardados foi a Verdade.

O Mestre Hilarion encontrava-se no grupo de iniciados ao qual foi confiada a Chama da Verdade. O grupo navegou para o lugar onde se encontram a península e as ilhas gregas.

O atual Guardião da Chama Sagrada é Hilarion, o Chohan do Quinto Raio. Na época da missão de Jesus, ele foi o apóstolo Paulo.

Todas as emanações de vida materialistas, que não acreditam na vida espiritual, os agnósticos e os céticos, devem ser recomendados à proteção do Mestre Hilarion pois, com sua ajuda, poderão alcançar a exata compreensão da Verdade.

Utiliza-se esta luz para a Verdade Eterna, saúde física, abundância e a concentração.

A Fraternidade de Creta, Templo da Verdade, é chamada de Presença Protetora de todos os Filhos da Terra; todos aqueles que nutrem o desejo de empregar sua inteligência na descoberta da Verdade de qualquer questão, a fim de promover a iluminação de seu semelhante tornam-se usuários da Chama da Verdade. Estende sua ajuda àqueles que se esforçam na área da medicina: médicos, enfermeiros, irmãs de caridade e pesquisadores que procuram descobrir a cura dos males que afligem a humanidade.

Mestre Hilarion traz a Verdade Imortal da Ciência Divina em todos os ramos físicos e metafísicos das artes curativas.

Palavras do Mestre Hilarion: "Lembrai-vos: quando tudo mais falhar, quando houver distorção da vossa mente, da vossa visão e da capacidade de enfrentar a vida, invocai em nome de Jesus, o Cristo, a dispensação do Raio Esmeralda-Azul-Escuro, porque existe uma legião especial de anjos incumbidos de selar a mente e o corpo mental num campo de força de brilhante luz, ora luzindo num tom verde, ora com uma gama de azul. Eu fui incumbido de organizar as legiões de luz através da Chama da Verdade, para que reforcem a Consciência Crística e saturem a mente dos homens com a chama da cura e vida".

Mestre Hilarion encarnou há 2.000 anos como Saulo de Tarso, perseguidor de Jesus Cristo, que se converteu ao cristianismo em Damasco, tornando-se o principal apóstolo de Jesus, passando a ser chamado de Paulo.

No começo do século 4, encarnou como Hilarion e também fez inúmeros milagres. O maior deles foi junto ao mar revolto que ia inundar uma cidade. Ele fez três desenhos do sinal da cruz na beira do mar, levantou as mãos e as águas pararam. Viveu em diversos lugares, como Chipre e Sicília, mas seu corpo foi levado para a Palestina.

Mestre Hilarion é patrono de chefes religiosos, missionários e dos que praticam as artes da cura, como enfermeiros, médicos e cirurgiões. Também se interessa pelos ateus e agnósticos que ficaram desiludidos com a religião, trazendo-os de volta à luz.

Entre os remanescentes da Atlântida, encontrava-se o discípulo da Fraternidade de Diógenes, o jovem Hilarion, até então não ascensionado. Junto a outros discípulos, foi encarregado de levar em segurança para terra firme a Chama Verde da Verdade. Após longa navegação, o grupo aportou em uma ilha que hoje conhecemos como Creta, na Grécia(no mar Mediterrâneo com cerca de 8 mil quilômetros quadrados, onde montanhas calcárias dominam a paisagem).

Em Creta, foi erguido um belíssimo templo com as características da catedral da Atlântida para ancorar a Chama Verde da Verdade. Tempos depois, esse templo foi destruído por rebeldes, assim como o Templo de Delfos, num ato contrário daqueles que serviam à paz e à harmonia. Desde então, o templo da Chama Verde está situado no plano etérico, sobre a Ilha de Creta, assemelhando-se muito ao Pathenon, que foi erguido em 450 a.C. pelo arquiteto Fídias(uma das encarnações de Mestre Seraphis Bey), sobre a Acrópole, em honra a Palas Atena, a deusa da verdade(membro do Conselho Cármico), complemento divino de Santo Aéolos, o Espírito Santo Cósmico.

Em Creta, no templo etérico, encontra-se a mais antiga escola, na qual neófitos aprendem conscientemente a ciência da precipitação(manifestação), a verdade que dissolve a ilusão do ego e revela a realidade interna. A Chama Verde intercede pelas ciências exatas e humanas, intuindo médicos, pesquisadores, cientistas e missionários.

Após sua ascensão, Mestre Hilarion jurou apoiar todos aqueles que, por qualquer razão, tenham sido injustiçados, vítimas de inverdades, bem os descrentes de uma forma geral, pois muito foi marcante sua encarnação como Saulo de Tarso(Tarso, cidade onde nasceu, na época na Ásia Menor, hoje Turquia, ao lado de Creta, na Grécia), ocorrida no princípio da era cristã.

Saulo, que era homem de sólida educação, estudioso dos problemas da cultura grega e seguidor austero das leis, tornou-se um fariseu exaltado, perseguindo duramente os primeiros cristãos. Quando estava em plena estrada que ligava Jerusalém a Damasco, desceu sobre ele o Espírito Santo ("o despertar") fazendo-o perceber o quanto estava movido pelo fanatismo, separatismo e consequente ilusão. Então, retirou-se para o deserto, entregando-se durante dois anos a contemplação e, depois, iniciou seus famosos e célebres discursos.

Saulo(nome judaico), agora já batizado Paulo(nome romano), no seu universalismo religioso, estava acima das diferenciações raciais, sociais, econômicas e geográficas; foi a síntese suprema do Cristo Místico, cuja unidade enlaça o próprio cosmo.

O semblante de Mestre Hilarion tem a firmeza que caracterizou Paulo de Tarso(apóstolo São Paulo). É alto e esguio, com testa ampla, nariz aquilino, lábios cheios e tez clara. Seus olhos são de um azul profundo e seus cabelos, castanhos dourados. Dentre os Mestres é, talvez, o que possui a aparência mais jovem. Nenhuma das belíssimas e perfeitas esculturas gregas podem reproduzir a harmonia dos traços desse Mestre que nos convida, através da sua Ordem(A Fraternidade de Creta), a limpar ideias de preconceitos, pré-julgamentos e ilusões, para enaltecer a exatidão e a ciência da verdade.




Fonte: Haja Luz - Ponte Para a Liberdade

0 comentários:

Inscreva-se por email