Subscribe:

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Pesquisa genética revela face desconhecida da gagueira


A partir da identificação dos primeiros genes associados à gagueira, os cientistas estão tendo a possibilidade inédita de compreender os fundamentos bioquímicos do distúrbio e de descobrir grupos de neurônios especialmente sensíveis ao defeito metabólico causado pelas alterações genéticas.

Avanços na pesquisa genética estão revelando uma face totalmente desconhecida da gagueira. Discretas mutações em três genes que regulam um processo celular básico (GNPTAB, GNPTG e NAGPA) estão por trás de mais de 3 milhões de casos de gagueira em todo o mundo. Antes de esse subtipo do distúrbio vir à tona, nunca uma falha metabólica hereditária havia sido imaginada como possível causa da gagueira.
Esse novo patamar de compreensão da gagueira está agora habilitando os cientistas a rastrear o distúrbio no nível dos neurônios individuais, o que amplia consideravelmente as possibilidades de pesquisa. Em breve será possível explicar em detalhes bioquímicos o que leva o cérebro a produzir gagueira e que tipo de alteração neuronal é determinante para dar origem ao distúrbio. Saiba mais no artigo abaixo:

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O ARTIGO


0 comentários:

Inscreva-se por email